Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 29 de maio de 2010

Paulo Moura

No desenho ao lado, eu representei  o meu sogro, quando ele estava completando 70 anos de idade, foi desenhado com carvão sobre papel. Este é o jornalista Paulo Moura, subeditor de esportes do Correio do Povo. “Mas Moura é muito mais do que um nome ou um cargo, é uma lenda viva do jornalismo esportivo gaúcho”, já disse Mariana Oselame, em matéria no site do Correio do Povo.

Nascido em Passo Fundo, completou 80 anos de idade no dia 23 de maio. Ele é uma grande pessoa, cabeça aberta, nem parece ter a idade que tem. Está completando 50 anos de Correio de Povo e continua trabalhando, apesar de estar aposentado pelo INSS desde 1984, vive dizendo que quer parar, porém está lá firme, indo trabalhar à noite, pois, como muitos trabalhadores, se vão viver somente da aposentadoria do INSS, fica complicado, além do mais está esperando que lhe mandem embora, mas até agora nada.


Mourinha, como é chamado pelos colegas de redação, é uma pessoa muito requisitada por eles, devido à sua experiência, acumulada nesses 50 anos de jornalismo.  "Hoje é o funcionário mais antigo da redação do Correio do Povo. Nunca fez faculdade de jornalismo, toda a sabedoria em sua profissão é devida a sua experiência, dedicação e sempre buscando ler muito e se manter atualizado.
Hiltor Mombach, chefe da editoria de esportes do CP, é um de seus admiradores. “O Moura deveria ser levado para as faculdades de jornalismo como exemplo de profissional. Ele é um ícone da imprensa gaúcha.”
Entre outros reconhecimentos, ele recebeu o Prêmio ARI de Jornalismo, pela reportagem Um homem atirado às Feras, sobre a vida de Mário Severo, árbitro de futebol, na década de 60”.
Fonte: Coletiva.net. Veja lá a matéria completa sobre sua vida profissional.

É daqueles jornalistas esportivos que nunca divulga o time que torce, não diz nem junto à família, mas o importante é que ele é determinado na garantia de manter a isenção.

Mário Quintana, que também trabalhou no Correio do Povo, gostava de apostar na loteria, conforme matéria no clicRBS: “todas as quintas-feiras à noite, ao encerrar o expediente, passava pelo setor de esportes do antigo Correio do Povo para participar do "bolão" que o editor Paulo Moura e ele organizavam.”
"Veja um Trecho de A Vaca e o Hipogrifo, de Mário Quintana:
Loteria – A loteria – ou o jogo do bicho, seu filho natural – jamais engana. Porque a gente não compra bilhete: compra esperança."
Seu Paulo até agora joga na loteria, faz sempre o mesmo jogo, de vez em quando ele ganha alguma coisa, está sempre comprando esperança.

Lembro-me muito bem, quando comecei a namorar minha esposa, ao chegar perto de sua casa,  lá estava o seu Paulo na janela, dizendo para o pessoal que vinha chegando o nove e quinze, devido a minha caminhada com os pés apontados para os lados, e o meu cunhado era apelidado por ele de barba ruiva. Além do humor, uma pessoa agradável de conversar, muitas vezes quieto e também rabugento. Como todo ser humano, com virtudes e defeitos, mas sempre uma pessoa simples, ética e humana, e um grande profissional, que ama o que faz, e isso tudo é uma raridade hoje em dia.

Sobre o autor: Raul Campani é artista plástico pós-graduado em Gestão Cultural. Flerta com a música, gosta de filosofia, aficionado em genealogia e trabalha como economiário.YouTube|Facebook|Instagram

Comentários
6 Comentários

6 comentários:

  1. Olá Raul!!!
    Belo texto sobre o sogrão e ótimo para o conhecimento dos descendentes e demais pessoas. Eu tomei conhecimento de vários fatos somente hoje. Parabéns!!! Um abração
    Angelina

    ResponderExcluir
  2. Fez uma bela homenagem ao seu sogro, co direito a texto e desenho. Com certeza agradou a muitos.
    Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Angelina e Jefh Cardoso pelos comentários. Essa postagem está sendo a mais acessada no meu blog no momento, sinal de que você Jefh, estava certo, e que realmente Angelina, as pessoas estão procurando conhecer mais sobre o seu Paulo. Espero estar sendo útil no meu propósito.

    ResponderExcluir
  4. Espero que os descendentes comecem a conhecer mais sobre os seus idosos e antepassados, assim quem sabe se conhecerão melhor, pois eles fazem parte de sua história.

    ResponderExcluir
  5. Com muito pesar, comunico o falecimento do Sr. Paulo Moura ocorrido hoje. O corpo está sendo velado na capela B do Cemitério São Miguel e Almas e o enterro será às 17hs. Se foi um grande amigo, um segundo pai e um companheiro de copos de vinho e bate papo.

    ResponderExcluir
  6. linda homenagem!!!!!!!!
    sentiremos muita falta do vozinho

    náthaly moura

    ResponderExcluir