Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Homenagem à Família Campani

A Prefeitura de São Sebastião do Caí está com uma grande programação para comemorar os 136 anos de história do município, será do dia 24 de abril a 1º de maio.

Dentro deste programa, no próximo dia 28 de abril, a Administração Municipal estará fazendo um evento especial no Centro de Cultura.

Nesta ocasião será prestada uma homenagem especial a pessoas e famílias que ajudaram a fazer a história do município.

Em nome da família CAMPANI, que teve intensa participação na vida comunitária, em especial na construção do hospital, será homenageado Carlos Antônio Campani, também por seu trabalho de historiador, ajudando a preservação do patrimônio histórico da cidade.


CARLOS ANTONIO CAMPANI

Nasceu em 10 de janeiro de 1932, no povoado de Pareci Novo, então XI Distrito de Montenegro.  É casado com Suzanne Judith Rübenich, com a qual tem três filhos: Júlio César, Cláudia e Jeanine. 



Vida Profissional

Trabalhou no Escritório de Contabilidade Osmar Schmiedel em Novo Hamburgo,  na Remingotn Rand, de Porto Alegre,  Werner & Spalding de S.S. do Cai, Banco Industrial e Comercial do Sul S/ A e com a morte do pai, assumiu a firma Sementes Campani Ltda.

Em 1971, com o encerramento das atividades da firma, foi trabalhar na firma Laboratórios Griffith do Brasil, ficando até 1975, quando iniciou a atividade de Representante Comercial Autônomo, trabalhando até 2006, quando por problemas de saúde abandonou a profissão.

Como Representante Comercial da firma CHR Hansen, foi o pioneiro na introdução do uso de Culturas Carnicas, para maturação dos embutidos curados, como o salame italiano. Pioneiro também, na introdução do uso de proteína de soja em todos os embutidos carnicos.


O Pesquisador

O seu interesse pela genealogia e história do povoado de Pareci Novo, sempre esteve presente em sua mente.

Em fevereiro de 1996 depara-se com um artigo no Jornal Estadão de São Paulo, no qual estava escrito: Programa de Índio.  Observa que a TV Universidade Canal 2 de Cuiabá está produzindo um programa sobre índios. Em correspondência enviada para a produtora do programa, a índia Vilma Zamayuakola presta valiosas informações sobre os índios da tribo PARESI.

Com o trabalho do Historiador Leandro Telles, pode montar a história de João Ignácio Teixeira e da Fazenda Pareci.

Como havia parado de viajar, dedicou-se à pesquisa da Historia do Vale do Caí. Foi participante da Confraria dos Historiadores e finalmente sócio fundador da APEHVAL Associação dos Pesquisadores da Historia do Vale do Caí, da qual é o Presidente.

Como pesquisador, é sócio fundador da Rota Sabores e Saberes, (como turismo rural,), fazendo o levantamento histórico das propriedades rurais, rota hoje, formatada e já recebendo turistas.

Atualmente está montando uma rota turística em São Sebastião do Caí, em parceria com o Receptivo Estação Turismo de Montenegro.

Fez o levantamento histórico do Hospital Sagrada Família, contando parte dos 70 anos do mesmo, bem como das irmãs e os 17 anos em que seu pai foi o Presidente da Sociedade União Popular, mantenedora então do referido hospital. Painel exposto no hospital Sagrada Família.

Fez também, o painel contando a historia do cinema em SS do Caí. Painel exposto na Centro de Cultura  de SS do Caí.

Montou um audiovisual sobre a importância do rio Caí no desenvolvimento do Vale do Caí, trabalho mostrado para mais de cinco mil pessoas.

Locais onde foram feitas as apresentações: Escolas Municipais de SS do Caí; Paulo Freire; UCS; Câmara de Vereadores de Tupandi; Câmara de Vereadores de São José do Sul; Museu Histórico de Montenegro.

A Convite da Diretoria de Turismo de Montenegro, proferiu palestras nas escola Municipais, falando sobre a chegada do trem em Montenegro..

Em Pareci Novo , proferiu palestra sobre a origem do nome de Pareci Novo, bem como sobre seu passado glorioso.

Está trabalhando na montagem de exposições fotográficas e resumos históricos de Pareci Novo, temas abordados:

  • Time de Futebol dos anos 1948.
  • A primeira Caixa Rural de Pareci Novo.
  • A primeira fábrica de harmônios da América Latina.
  • A construção do primeiro Paking-House de Pareci Novo

Os trabalhos sobre Pareci Novo, estão sendo expostos na Agência do Banco SICREDI de Pareci Novo.

Fez também um levantamento histórico dos problemas da Citricultura em SS do Caí, Pareci Novo e Montenegro, nos anos de 1933 até 1940.

Atualmente, terminando o trabalho de montagem fotográfica dos ex-distritos de Montenegro do ano de 1910, comparados com o ano de 2010, cujo trabalho será exposto no Centro de Cultura de Montenegro.

Sobre São Sebastião do Caí, está trabalhando num novo e inédito projeto o qual irá resgatar parte da história vivida na terra da Bergamota.

Atualmente, faz parte das entidades já citadas e ainda: Membro do Comitê Caí e do Conselho de Cultura de SS do Caí.

Participa da pesquisa da genealogia da família Campani, sendo o anfitrião dos encontros dos descendentes de Ludwig Campani, desde a primeira edição em Pareci Novo.

Nos Natais representa grandiosamente o Papai Noel.

OBS: A próxima postagem será sobre o seu pai: Antonio José Campani.

Sobre o autor: Raul Campani é artista plástico pós-graduado em Gestão Cultural. Flerta com a música, gosta de filosofia, aficionado em genealogia e trabalha como economiário.YouTube|Facebook|Instagram

Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Olá Raul!!!
    Parabéns a familia Campani. Muito bonita e merecida homenagem.
    Ótima semana!!!
    Bjs
    Bia

    ResponderExcluir