Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Você diz que ama...

Guarda-chuva, de Campani
"Você diz que ama a chuva, mas você abre seu guarda-chuva quando chove.
Você diz que ama o sol, mas você procura um ponto de sombra quando o sol brilha.
Você diz que ama o vento, mas você fecha as janelas quando o vento sopra. 
É por isso que eu tenho medo. Você também diz que me ama."
(William Shakespeare)

Sobre o autor: Raul Campani é artista plástico pós-graduado em Gestão Cultural. Flerta com a música, gosta de filosofia, aficionado em genealogia e trabalha como economiário.YouTube|Facebook|Instagram

Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Olá Raul!!!

    Realmente belo este poema de William Shakespeare!!! A imagem ficou perfeita com o texto. O poeta enfatiza a contradição entre as palavras e as atitudes comprovando que é o comportamento que revela mesmo uma pessoa. Um dos posts que eu mais gostei!!!
    Bom fim de semana!!!
    Bjus
    Bia

    ResponderExcluir
  2. Esse poema nos leva a várias reflexões entre elas a do dilema do homem que vive no mundo das aparências, desejando ser o outro, introjetando personalidades sem assumir e desenvolver seu próprio caráter e fazer escolhas que demonstrem responsabilidades com os outros. Com esse homem os projetos de vida estão em extinção, uma vez que ele vive no caos, na indiferênça, muitas vezes sem nortes que dêem significados a suas ações! Infelizmente, essa postura cada vez mais presente contribui aos muitos problemas do nosso cotidiano, entre eles a falta de ética, solidariedade e sustentabilidades de nossa morada comum.

    ResponderExcluir
  3. Es más fácil escribir diez volúmenes de principios filosóficos que poner en práctica uno solo de sus principios.

    Leon Tolstoi (1828-1910) Escritor ruso.

    ResponderExcluir