Encontros da Família Campani

Como forma de proporcionar uma maior aproximação entre os parentes, confraternizar e discutir questões referentes às nossas origens e ligações genealógicas, os descendentes de Ludwig Campani realizaram até agora três encontros em Pareci Novo/RS.

Recordando o I Encontro da Família Campani, trago aqui um artigo escrito pelo anfitrião Carlos Antonio Campani para o Jornal FATO NOVO do Vale do Caí, em 05 de janeiro de 1995:





MEMÓRIAS DE UM CAÇADOR
 Nôno, El Terrível
FAMÍLIA CAMPANI!

Fábrica de Cerveja Campani
Permitam-me escrever mais sobre o I Encontro das Famílias Campani. Descobri o seguinte: na região do Tirol, nos idos de 1800, pertencia aos Império Austro-Húngaro. Um dos fabricantes de cerveja era Campani. A única cerveja servida entre a realeza era a cerveja fabricada pelo Campani. Em Porto Alegre, meu tio avô Antônio Campani também tinha uma fábrica de cerveja. Por falar e escrever sobre cerveja, descobri o porquê da alta da "quirera de arroz". As fábricas das loiras aumentaram sua produção e a quirera subiu de preço. Aos amigos do Engenho Endres de Montenegro, aquele abraço. Está justificado o preço da quirera. Meus cachorros, como são bebedores do líquido loiro, podem fazer um pequeno regime.

Na cidade de Volterra, ao norte da Itália, tinha um engenheiro de nome Luigi Campani, participou da construção do novo Teatro da referida cidade. O engenheiro Luigi, depois casa-se com uma dama da alta sociedade e da família Del Bava Arrighi, sendo assim, introduzida na alta nobreza da cidade de Volterra, cujo ato público foi em 9 se setembro de 1832. Aqui no Brasil, especificamente no Rio Grande do Sul, os Campani já tiveram e têm participação na vida política: Antônio José Campani foi deputado estadual; Júlio César Campani foi vereador em São Sebastião do Cai, e hoje é Inspetor da Caixa Estadual; Dra. Raquel Campani Schiedel é professora universitária e Procuradora do Estado do Rio Grande do Sul; Darci Campani é líder político do PT, vereador em Porto Alegre e professor universitário, com curso de pós-graduação em Israel. Temos Campani no Poder Judiciário do Rio Grande do Sul, temos Campani na TELEPAR do Paraná, no Banco do Brasil em Brasília também temos Campani. Passo a transcrever o discurso proferido por Júlio César Campani no dia do 1° Encontro:
"Irmãos e irmãs Campani, presentes hoje neste primeiro encontro da família Campani. É com enorme satisfação e acima de tudo, um grande amor, com grande emoção que nós podemos hoje estar reunidos aqui em Pareci Novo, para comemorar, para brindarmos juntos a união da família Campani. Certo dia, ou certo dia atrás, andando pelo interior do Estado deste Rio Grande, que mora neste peito, li e ouvi uma frase que me calou muito: 'Leva dentro do teu coração duas grandes paixões, sendo que estas duas grandes paixões, dele, jamais poderão ser tiradas'. Quais seriam elas? Primeiro, o seu trabalho. O homem consegue as coisas para si, com base no seu trabalho, com base no seu esforço e com base no desprendimento. E a segunda maior delas, para que seu trabalho seja frutífero, para que seu trabalho tenha êxito, é a família. A família... o que seria de nós, se nós não tivéssemos família, para nos momentos de angústia e tristeza, para nos momentos de amor e de alegria, estar sempre ao nosso lado. E a esta família Campani,, hoje mais do que Campani, porque aqui, temos outras tantas famílias e se fôssemos citar outros sobrenomes, talvez cairíamos em erro de esquecer esse ou aquele; mas, com certeza, aqueles que ao lado dos Campani que aqui estão, vieram sobretudo e sobre maneira dar à nossa família Campani mais qualidade.
Pedro Frederico Oscar Campani
A todos vocês, que de uma ou outra maneira fazem parte da família Campani e especialmente aos Campani, o nosso mais sincero, profundo e amoroso agradecimento por terem vindo hoje, de longínquos rincões deste Rio Grande, vieram até Pareci Novo. Quero por derradeiro e para não me alongar e tornar-me cansativo, quero nesse momento, fazer um agradecimento especial a duas pessoas, das quais foi plantada, germinada e por fim, está aqui a árvore plantada. Porque tive a oportunidade de participar da I Citrusflor, onde dois Campani ali se encontravam, elaboraram e idealizaram 'que tal nós fazermos um encontro das famílias Campani', a estas duas pessoas, embora que uma delas eu seja suspeito em falar, é o meu pai, pelo amor que tenho por ele, e a outra, a qual neste momento entregarei simbolicamente um boné, com a inscrição 'Campani Símbolo de Fartura', retribuindo assim, sua participação na elaboração do I Encontro das Famílias Campani."

Abaixo, algumas fotos do III Encontro dos Descendentes de Ludwig Campani:

Comentários

  1. Olá Raul!!!

    Parabéns pela família e pela preservação das tradições. Todos deveriam valorizar a família. Bom fim de semana!!!
    Abraço :)

    ResponderExcluir
  2. Geisa Maria Fernandes Campani24 de fevereiro de 2012 21:14

    Obrigado Raul,
    por mais informações da nossa familia amada.
    Abraços
    Geisa Maria Fernandes Campani

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...