A Cidade, Políticas Culturais e Diversidade

Porto Alegre
A cidade é o local onde os indivíduos estão próximos, portanto é o lugar mais apropriado para propor políticas culturais que incentivem uma maior aproximação entre as diversidades.

Ela tem a capacidade de criar mecanismos de aproximação com o outro, o diferente, pois a aproximação geográfica das pessoas e dos agentes culturais facilita essa tarefa. Quando alguém conhece o outro, aquele que é diferente, tira a máscara existente e passa a se aproximar mais da realidade.

Os espaços culturais nas cidades, os espaços públicos e cada canto disponível urbano, com sua estética, seus aparatos, suas obras, praças, prédios, teatros, órgãos públicos, assembléias, câmaras, cada espaço pode se tornar meio de transformação dessa realidade cultural. Então é principalmente nessa aproximação da cidade que devem ser criadas políticas culturais, públicas ou particulares, capazes de cumprirem essa tarefa com mais efetividade, pois a aproximação derruba preconceitos.

A percepção da força das esferas locais frente aos ventos globalizantes traz uma nova dimensão às cidades, no sentido de ser o espaço que o indivíduo habita e sua existência acontece cotidianamente. A cidade é o território onde a tendência de pasteurização de uma cultura global interage com as singularidades dos imaginários locais e com as resistências de diversidades culturais específicas (CANCLINI, 1997, apud MARCO, 2009, p. 236).
Referência:
MARCO, Kátia de. A cultura transforma uma cidade: algumas referências a Niterói. In: REIS, Ana C. F.; MARCO, Kátia de (Org). Economia da cultura: idéias e vivências. Rio de Janeiro: e-livre, 2009.

Comentários

  1. Olá Raul!!!

    Nossa cidade é muito bonita e repleta de cultura. Adorei este post e a foto de PORTO ALEGRE!!!
    Bjs :)

    ResponderExcluir
  2. Raul, muito interessante o teu texto, conciso e completo.
    Abraços, Paulo Bettanin

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...