Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Sustentabilidade: Consciência ou Marketing?

Será que agora todos estão realmente preocupados com a natureza?
Nunca se ouviu falar tanto em aquecimento global e sustentabilidade.
No momento, tudo que é empresa se diz preocupada com o meio ambiente, assim como as pessoas e os governos. Algumas vezes é apenas marketing, muita teoria e pouca prática. Quantos realmente estão dispostos a mudarem sua forma de produção ou seus estilos de vida, com menos consumismo e uma vida mais simples?

Quando é que em vez de incentivarem as pessoas a comprarem carros, as autoridades vão realmente propor medidas de alteração deste sistema em que privilegia os automóveis em detrimento dos pedestres, ciclistas e do ar que nós respiramos?

Quando é que as empresas realmente vão fazer mudanças na sua produção, nas quais terão que necessariamente abdicar de algum lucro a curto prazo para que a longo prazo tenham um retorno de benefício de qualidade de vida aos seus clientes e à população em geral, produzindo de uma maneira mais sustentável e não simplesmente repassando suas despesas aos consumidores?

E quando as pessoas vão deixar de pensar apenas em querer adquirir mais, o produto mais novo, o celular mais atualizado, consumindo desenfreadamente. Mesmo quem não pode, algumas vezes se sente compelido a consumir mais, nem que isso lhe traga dívidas impagáveis. E quanto aqueles que jogam papel na rua sem se preocuparem se ele vai entupir um ralo e contribuir para enchentes.

Porém na hora de dizerem que estão preocupados com o aquecimento global e quando querem se promover, todos aparecem, mas realmente quanto a mudar suas atitudes, não vemos quase nada.

Diariamente vejo as pessoas irem trabalhar de carro sozinhas, em vez de pegarem o transporte público, onde está a sua consciência ecológica?

Chega de hipocrisia, vamos fazer o que realmente tem de ser feito, mais atitude e menos marketing, não que o marketing seja maléfico, às vezes até ajuda as pessoas se conscientizarem, mas o que questiono é o fato de que muitas vezes não passa apenas de propaganda, sem a efetiva conscientização acompanhada com mudanças de hábitos e atitudes.

Sobre o autor: Raul Campani é artista plástico pós-graduado em Gestão Cultural. Flerta com a música, gosta de filosofia, aficionado em genealogia e trabalha como economiário.YouTube|Facebook|Instagram

Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Muito certo o que você escreveu, Raul.
    Temos de agir mais e falar menos. Que cada um faça a sua parte, pequenos gestos fazem grandes diferenças.

    Bjus

    ResponderExcluir
  2. Parece-me que só conseguimos obrigados, forçados.
    De livre vontade não chega.
    O humano é assim , só consegue mudar na adversidade.

    Beijinho

    ResponderExcluir